Cervejas da Alemanha e a primeira lei de alimentos do mundo

0
66
cervejas no bar

Se existem duas palavras que definem a Escola Alemã, elas são qualidade e regionalismo. Isso porque os alemães sempre prezaram por beber uma cerveja fresca e de qualidade. Com ajuda da Lei da Pureza, eles conseguiram preservar tradições e construir uma das maiores escolas cervejeiras, tornando as cervejas da alemanha referências no mundo, sobretudo nas Weiss, cervejas claras e refrescantes feitas com malte de trigo.

Com uma cultura tão forte, é muito comum que cada cidade ou vila alemã possua sua própria cervejaria. Existe uma clara preferência por parte dos moradores em consumir produtos locais. A realidade é que eles são muito espertos, pois quem é que não ama um produto fresco? Quando estiver perto da fábrica, maiores as chances de consumir uma cerveja da alemanha no auge da sua qualidade.

escola alemã

mulheres comemorando com cerveja

Conheça agora três fatos históricos que ajudaram a moldar as tradições e estilos cervejeiros da Escola Alemã!

 A Escola Alemã e a Lei da Pureza

Durante a Idade Média, a cerveja tinha status de alimento. A água disponível geralmente não era potável, portanto, beber cerveja era uma forma de proteção contra doenças. Dessa forma, era muito comum a produção de cervejas em casa.

Com o passar dos anos, foram surgindo diversas medidas de regulamentação para garantir a qualidade do produto e estabelecer padrões de produção, afinal, ninguém gosta de beber cerveja ruim. Na Alemanha, a primeira regulamentação para a fabricação da cerveja foi decretada em 1487 e serviu de inspiração para a tão famosa Lei da Pureza de 1516. Mas por quê ela é tão importante?

ceveja na taça

Também conhecida como Reinheitsgebot, a Lei da Pureza estabelecia que as únicas matérias primas permitidas na fabricação do mosto cervejeiro seriam o malte de cevada, lúpulo e água. Mais tarde, o decreto foi revisado para incluir  a levedura, que ainda não tinha sido descoberta, e o trigo maltado, para viabilizar a produção da deliciosa Weiss.

Fimdotexto

A Lei da Pureza, que já perdura por 500 anos, foi extremamente influente no desenvolvimento das cervejas alemãs e guiou tudo o que conhecemos e idealizamos hoje como cervejas da Alemanha. É necessário muita criatividade e excelência para driblar essas restrições e fazer cervejas incríveis usando apenas os ingredientes básicos.

 O surgimento da Pilsen

Esqueça todas aquelas cervejas populares, comerciais e sem sabor que são chamadas de Pilsen! O verdadeiro estilo é extremamente saboroso, aromático e com sabor de lúpulo. Na verdade, a Pilsen não surgiu na Alemanha, mas sim na República Tcheca e três fatores foram decisivos para a produção dessa maravilha.

O descobrimento da levedura lager foi o principal empurrão para a produção da Pilsen. Houve uma época em que a produção de cerveja foi proibida durante os meses quentes. Ela era produzida durante os meses frios para serem armazenadas em cavernas frias durante o verão. As baixas temperaturas fizeram com que a levedura se comportasse de maneira diferente e gerasse sabores e aromas mais amenos do que as da já conhecidas Ales.

Os avanços no processo de malteação também foram grandes responsáveis pelo nascimento da Pilsen. Os grãos da cevada começaram a secar por um processo mais leve e sem chegar a torrefação. O malte de cevada ficou mais claro e permitiu a obtenção da linda cor amarelo dourado da Pilsen. Além disso, a água na República Tcheca era propícia para a produção do estilo, pois não apresentava muitos minerais e isso era essencial para fazer cervejas em tons mais claros.

Josef Groll, o cervejeiro da hoje conhecida como Pilsner Urquell, deixou os alemães de queixo caído quando apresentou sua nova cerveja dourada e brilhante. Desde então, eles correram atrás  do prejuízo e inventaram estilos próprios para a tão desejada cerveja clara. Os alemães até criaram o estilo German Pilsen, bem parecido com a pilsen original e igualmente refrescante!

moça com cerveja

A Tradição da Oktoberfest

Viajar para Munique durante a Oktoberfest é o sonho de todo cervejeiro que se preze! A festa é uma grande comemoração da cultura da região da Baviera e, além das cervejas mais tradicionais da região, ainda é possível aproveitar a gastronomia local, conhecer mais a história alemã e se divertir muito.

A Oktoberfest surgiu como uma comemoração do casamento do príncipe Ludwick I com a princesa Therese em 1810. Antigamente, eram realizadas tradicionais corridas de cavalo, mas o povo gostou tanto de fazer festa que a Oktoberfest virou uma grande comemoração com opções de entretenimento para todos os gostos!

mulher servindo cerveja

brinde cervejas

Na verdade, o evento é um incrível parque de diversões gigantes e, claro, não podiam faltar opções de entretenimento para os amantes da cerveja. Cada principal cervejaria da região possui a sua própria tenda com músicas, garçons vestidos a caráter, comidas e os famosos canecões de 1 litro!

Os principais tipos de cerveja consumidos no festival são a “Oktoberfest”, uma cerveja leve, maltada e de médio amargor. Perfeita para ser consumida o dia todo! Também encontra-se o estilo “Helles”, um pouco mais seca e igualmente deliciosa e refrescante. Temos então outros estilos marcantes das cervejas da alemanha, estilos relativamente simples e refrescantes, mas dificilimos de serem replicados com o exato frescor.

Não tem lugar melhor para beber um belo copo de cerveja do que a Oktoberfest e, se você não puder ir até Munique, é possível participar da celebração no Brasil.  Todo ano a versão brasileira da Oktoberfest é realizada em Blumenau, Santa Catarina.

festival Oktoberfest

festival

festival Oktoberfest

Cervejas Lagers Alemãs

 A Alemanha é a terra das Lagers. Elas são caracterizadas pela baixa fermentação, ou seja, a levedura se deposita no fundo do fermentador, a cerveja é fermentada em temperaturas mais baixas e possui características sensoriais provenientes das matérias primas. Na maioria dos estilos, o malte ou o lúpulo são os reis da vez! Alguns dos estilos de lagers mais famosos são as Pilsen, Helles, Dunkel, Bock e Vienna.

tipos de cerveja

Cervejas Ales Alemãs

Já a família das Ales tem características opostas. A levedura se deposita no topo do fermentador, fermenta o mosto em temperaturas mais baixas e as cervejas possuem sabores e aromas mais complexos que as Lagers. A Weissbier é um excelente exemplo de Ale alemã que traz notas de banana e cravo para o sabor e aroma. Outros exemplares de Ales alemães são as Bock, Kolsch, Kellerbier, Altbier e Berliner Weisse.

Se você ficou doido para experimentar as melhores cervejas da escola alemã, fique de olho em nossas sugestões, disponíveis na BeerBag.

cerveja alemã

Cervejas da Alemanha. Sugestões Uppermag

Franziskaner Hefe Weissbier Hell
Cervejas da alemanha

Cervejaria: Franziskaner

País de origem: Alemanha

Estilo: HefeWeissbier

Álcool (%): 5,00% ABV

Aroma: Trigo, banana e cravo.

Temperatura: 5 – 7ºC

A Cerveja Franziskaner Hefe Weissbier Hell 500ml é uma cerveja alemã de trigo com cor cristalina, sabor leve, refrescância e aroma levemente frutado, devido à intensidade do fermento dentro da própria garrafa. Ela apresenta uma espuma abundante, branca e cremosa, obtendo-se no copo uma liberação de gás carbônico, que produz um efeito de vivacidade e frescor.

Weihenstephaner

Weihenstephaner

Cervejaria: Bayerische S. Weihenstephan

País de origem: Alemanha

Estilo: Weiss

Álcool (%): 5,40% ABV

Aroma: Banana, cravo e fermento.

Temperatura: 5 – 7ºC

Cerveja definitiva do estilo, nota 100 no Ratebeer e #1 em seu ranking. Cerveja de trigo extremamente refrescante, turva e natural. Sua fragrância e paladar são resultados das leveduras especiais que participam de sua composição. Apresenta aroma e paladar de banana e cravo e é considerada como referência das cervejas de trigo alemã. Este é o rótulo mais tradicional da Weihenstephan, a cervejaria mais antiga do mundo em funcionamento, desde 1040.

Weihenstephaner Vitus

Weihenstephaner Vitus

Cervejaria: Bayerische S. Weihenstephan

País de origem: Alemanha

Estilo: Weizenbock

Álcool (%): 7,70% ABV

Aroma: Cítrico e especiarias.

Temperatura: 8 – 12ºC

Cerveja de trigo escura, refrescante, turva e natural. Sua fragrância tem toque de noz moscada e açucar mascavo, referentes ao estilo Bock, com esteres de banana e cravo tipico de Weiss. Paladar acompanha o aroma com um toque alcoólico interessante, presente e delicioso. A leveza da melhor Weiss permite que excelente corpo de Bock se desenvolva. Referência das cervejas de trigo alemã. Excelente custo benefício. Combina muito bem com carne de caça ou peixes mais fortes (atum ou sardinha)./span>

Gostou? Temos essas e muito mais na BeerBag. Para fazer o pedido,  preencha o questionário no site, receba sua Upperbag e também sua primeira BeerBag. Atendimento exclusivo para São Paulo, o frete é grátis e você só paga pelos itens que escolher comprar.

beerbag

cervejas beerbag
Cervejas alemãs disponíveis na BeerBag. Peça já a sua!

 

GIF BAG

Deixe uma resposta